Sindihotel, Contur e Fecomércio estiveram em Brasília para discutir sobre o Ecad

Home / Representatividade / Sindihotel, Contur e Fecomércio estiveram em Brasília para discutir sobre o Ecad

 

A Fecomércio RS, representada pelo presidente Sr. Luiz Carlos Bohn, o Sindicato Intermunicipal da Hotelaria no Rio Grande do Sul (Sindihotel) e o Conselho de Turismo (Contur), representados pelo Sr. Manuel Suárez, presidente de ambas entidades, promoveram um encontro com os parlamentares, em Brasília, para a entrega da Agenda Legislativa de 2019. Na ocasião, aproveitaram para apresentar, dentre outras propostas, uma nova sugestão de cálculo para a cobrança do Ecad em estabelecimentos do setor terciário, em especial na hotelaria. De acordo com Suárez, a reivindicação é por um cálculo mais justo para ambos os lados, empresas e autores. “O cálculo não está errado, mas sim incompleto, pois ainda falta levar em consideração o faturamento de cada estabelecimento – no caso dos hotéis, ou o valor da diária”, esclarece. “Um hotel 5 estrelas, por exemplo, tem um faturamento muito maior do que uma pousada, porém, atualmente, ambos passam pelo mesmo cálculo perante o Ecad”, complementa Suárez.
Apesar do tema estar há algum tempo tramitando em Brasília, sempre com a representação das entidades do terceiro setor, ainda não se sabe a partir de quando o ajuste na forma de cobrança passará a valer. “Nosso papel é levar aos administradores públicos as reivindicações dos empresários do setor. Já houveram progressos, por isso acreditamos em uma decisão favorável a todos”, acrescenta Manuel Suárez. Porém, quem já recebeu alguma notificação de cobrança do Ecad, a orientação é que busque a negociação do valor em aberto o quanto antes, evitando passivos ainda maiores.