Passagem dos argentinos movimenta hotéis do interior do Estado

Home / Artigos / Passagem dos argentinos movimenta hotéis do interior do Estado

Cerca de sete mil veículos estrangeiros passam por dia apenas na BR-290 durante o verão. O movimento se deve, em grande parte, às férias dos argentinos, que são verdadeiros adoradores do litoral brasileiro. Mas não são apenas os empresário da região litorânea que comemoram a chegada dos castelhanos, os hoteleiros do interior do Rio Grande do Sul também vibram com a passagem dos turistas, que, muitas vezes, acabam pernoitando em cidades que ficam na rota para as praias.

De acordo com o proprietário do Hotel Alegrete, Adão Ramos, as reservas feitas por argentinos sempre aumentam nesta época do ano. “Eles não são hóspedes muito exigentes. Procuram preço, estabelecimentos que aceitem cartão de crédito e comodidades como ar-condicionado e frigobar – para armazenar lanches e bebidas que carregam pela estrada. A maioria vem com os filhos e pede por camas extras”, explica o empresário.

Com o grande fluxo dos turistas argentinos na BR-290, os empresários da região de Alegrete reuniram-se com a Secretaria de Turismo da cidade para montar, às margens da estrada, junto ao posto da polícia rodoviária, um Centro de Informações ao Turista, no qual indicam hospedagem, restaurantes e demais estabelecimentos que podem ser de utilidade para quem passa por ali.

Em Ijuí, no noroeste do Estado, não é diferente. Segundo o proprietário do Hotel Vera Cruz, Maurício Michaelsen, a ocupação por parte dos argentinos subiu cerca de 20% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Entre as ações de divulgação feitas pelo empresário estão posts nas redes sociais, direcionados aos argentinos, e sinalizações na rodovia e dentro da cidade.

De acordo com o presidente do Sindicato Intermunicipal de Hotelaria do Rio Grande do Sul (Sindihotel), Manuel Suárez , as iniciativas para atrair os turistas estrangeiros que passam pelas cidades do interior do Estado são de grande valia para incrementar o faturamento nesta época do ano, que costuma ser menos movimentada. Suárez também lembra a importância dos hotéis investirem em alimentação: “Restaurantes anexos costumam fazer sucesso com esse tipo de turista, investir em refeições é mais uma opção de faturamento para o hotel”. Segundo o presidente do Sindihotel, as expectativas para este início de ano são satisfatórias para a hotelaria de um modo geral. “Está sendo um bom início de ano”, garante Suárez.